18/06/2012

6º ano - AULA 4 "China"

É isso aí galera, vamos falar um pouquinho sobre a História da China Antiga...

Como vimos, todas as civilizações se desenvolveram perto de algum rio, porque assim poderiam usar a água para beber, para dar de beber aos animais, e para cuidar das plantações. Na China não foi diferente: os principais rios da China eram os rios Yang-tsé e o rio Hoang-Ho.

Por causa desses rios, os chineses perceberam que um produto que se dava bem com aquele clima e aquela umidade era o arroz. Por isso, o principal produto na época eraa o arroz. O rio Hoang-Ho também é chamado de Rio Amarelo, porque recebe sedimentos amarelados devido às chuvas e aos ventos.

A China Antiga era governada por dinastias, ou seja: famílias que passavam o poder de geração em geração. A primeira grande dinastia da China foi a Dinastia CHAN, conhecida por desenvolver o comércio, a tecnologia do bronze, a tecelagem da seda e a produção de cerâmicas brancas esmaltadas. Mas por volta do século XII a.C. um povo vindo do oeste tomou os domínios da Dinastia Chan. Começava assim um novo governo: o da Dinastia CHOU.

A Dinastia Chou ficou conhecida por ampliar a produção agrícola e fortalecer o comércio. A sociedade estava dividida entre NOBRES e CAMPONESES, além dos escravos que eram prisioneiros de guerras. Mas por volta do século VIII a.C. os nobres começaram a brigar por poder, e o império se enfraqueceu se dividindo em vários reinos. Um povo que estava se fortalecendo a oeste se aproveitou desse enfraquecimento e tomou o poder: começava o governo da Dinastia CH'IN.

A Dinastia Ch'in se destacou por concentrar o poder nas mãos de seu governante, e por buscar proteger seu territótio de invasores. Foi nessa época que aconteceu a construção da Grande Muralha da China, uma linha de defesa de quase 5 mil quilômetros de extensão. Quando o principal governante morreu, a dinastia se enfuaqueceu, e outro povo assumiu o poder. Em 205 a.C. começava o governo da Dinastia HAN.

A Dinastia Han se destacou pelo desenvolvimento cultural. Os governantes procuravam manter o poder centralizado, mas também queriam ampliar o território e o contato com outros povos. Investiram no comércio com o Ocidente e fortaleceram a literatura com base nas crenças populares. Também fortaleceram as artes e o  comércio de artesanatos, como tapetes, esculturas e objetos decorativos.

Falaremos mais sobre a China no 4º bimestre. Por enquanto ainda falremos de História Antiga, desta vez a civilização estudada será a Índia... Vamos nessa?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Então minha gente, podem fazer críticas e sugestões...